terça-feira, 31 de agosto de 2010

Os garranos, são lindos .... e úteis

Na semana passada foi apresentado na Guarda o projecto transfronteiriço Self-Prevention, que visa o uso de caprinos na silvicultura preventiva. A ATN quer deixar aqui o seu aplauso à AECT Duero-Douro, entidade até de quem até almejamos vir a ser parceiros.

Neste contexto de discussão da gestão dos materias combustiveis nos cenários florestais, queremos deixar aqui o nosso contributo (com base no conhecimento empírico) relativo ao acompanhamento da manada de 25 garranos num cercado de 100 hectares situado dentro da reserva da Faia Brava, desde 2005. De facto para além dos garranos serem uma raça autóctone lusa, rústicos, baratos (sem conotação pejorativa), presas potenciais de um certos predadores, óptimas montadas para passeios por ravinas e barrocais, excelentes veiculos de equinoterapia, etc etc.. eles são uns verdadeiros destroçadores de pastagem natural sob-coberto e nalgumas zonas (e com uma certa carga) deixam o terreno rapado com um risco de incêndio bastante reduzido. As fotos junto ao sobreiro grande não são grande coisa mas penso que permitem mostrar a diferença entre a vegetação de herbáceas dentro e fora do cercado (fotos tiradas há cerca de 1 semana).

Esquecia-me de dizer que eles também são lindos e não tocam (com os dentes) nas árvores pequeninas (às vezes lá pisam uma mas come-las não comem... o Ricardo Nabais pode comprovar....).

E já agora para quem gosta de música: dancing horses





domingo, 29 de agosto de 2010

Olhá rapina, já passou!

Nos passados dias 12 a 15 de Agosto, a Associação ALDEIA (www.aldeia .org) organizou a 5ª Edição do Curso de Identificação, Biologia e Conservação de Aves de Rapina, em parceria com a ATN. A ATN presta algum apoio na organização deste curso, nomeadamente no último dia do curso faz-se sempre uma saída pedestre à Faia Brava, que serve para tentar ver mais alguma espécie e contactar directamente com este projecto de criação e gestão de uma área protegida privada.

Passou mais uma edição (bem sucedida), e vimos dar os parabéns à ALDEIA, por esta e pela extraordinária agenda de cursos e eventos sobre conservação da natureza e desenvolvimento rural (etc) que vem realizado ao longo dos anos. Obrigado ao ICNB pelo apoio na organização do curso.

Fica uma foto do grupo de amigos do Olhá Rapina 2010 algures no Vale da Ribeira do Mosteiro - Parque Natural do Douro Internacional.Venham na próxima edição pois contado ninguém acredita

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

A irmã mais velha!

Em Junho de 2000 quando nasceu à ATN, já existia uma outra ONG com a mesma sigla e com os mesmos objectivos. A ATN ou Asociacion Transhumancia y Naturaleza, com sede em Espanha (Cabezon de la Sal - Cantabria), sob a batuta de Don Jesus Garzón, já se dedicava (e ainda dedica) a percorrer meia Espanha pelas suas cañadas reales, com uma piara de 2000 ovelhas atrás. O Jesus Garzón foi um dos sócios fundadores da ATN-PT e continua participar, sempre que pode, nomeadamente incentivando-nos para mantermos o caminho da agro-pecuária tradicional e extensiva, como forma de conservar o património natural ibérico.

Visitem o site da nossa gran hermana em: http://www.pastos.org/ e deliciem-se com a sua importatissima obra. E já agora viagem ao som de: solo quiero caminar


quarta-feira, 25 de agosto de 2010

3 Britangos

Ontem o fotógrafo Fernando Jorge esteve no abrigo fotográfico da Faia Brava e (com a ajuda logística do Eduardo Realinho) obteve umas belissimas imagens, algumas das quais partilhou connosco. Obrigado Fernando! Os britangos, ou abutres do Egipto, ou almocreves do cuco ou ou corvinhos brancos, a denominação varia muito com o local, já parecem estar de "malas aviadas", prestes a embarcar para África. Fazemos votos de boa viagem, cá os esperamos em Março de 2011, ou antes disso se nos quiserem fazer surpresa..... Por falar em adeus: Hello





Aranha por identificar

No Sábado passado durante uma visita com amigos à Faia Brava, entre eles o Prof. Paulo Santos, uma enorme teia firmemente pendurada entre giestas apareceu, de súbito, a barrar-nos o caminho. A sua ocupante não fugiu perante os caminheiros e deixou-se fotografar de todos os angulos, como podem ver nas imagens. A sua forma, coloração e dimensão foi suficiente para todos esquecermos as 2 águias reais que lentamente circulavam nas alturas. Uma vez que o "especialista" em invertebrados da ATN (Fernando Romão), está de férias esta semana, lançamos um pedido de ajuda na identificação desta incrível aranha. E por falar em teias fica a recordação: aqui música



terça-feira, 24 de agosto de 2010

Mais sobre a Quinta do Ervideiro/Cidadelhe/Pinhel

A Quinta do Ervideiro situa-se na margem esquerda do Rio Côa e faz parte integrante da reserva da Faia Brava. É um espaço árido e agreste, mas onde não faltam motivos de visita: paisagem escarpada (ver a imagem do "canyon" em V por onde corre o Rio Côa), construções antigas que serviam de apoio à actividade agricola (neste post mostramos a imagem de uma das várias oliveiras amuralhadas), grandes blocos graniticos e a vegetação arbustiva e arbórea que vai surgindo (na fotografia observa-se um jovem zimbro Juniperus oxycedrus a despontar junta a uma lage granitica). Tudo isto interligado por trilhos sinuosos que são eles próprios mais um motivo de interesse. Singularidades para ver ao vivo um destes dias ...... (já agora aqui vai a sugestão musical: aqui )




segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Incêndio

O blog da ATN tem servido, ao longo dos últimos meses, para divulgar o quotidiano desta associação e sobretudo para dar a conhecer os aspectos mais positivos ou curiosos do projecto Faia Brava. Desta vez fica uma noticia menos bonita. Ontem (Domingo) pelas 00.30 ocorreu um incêndio no limite sul da Faia Brava. Esta fogo iniciou-se na estrada entre Vale de Afonsinho e Cidadelhe tendo sido detectada, precocemente, pela equipa de vigilancia da ATN e desta forma os 25 bombeiros que o combateram (a pé por aquelas escarpas inclinadas), conseguiram controla-lo rapidamente e minorar o seu  impacte. Perto das 04.00 da manha estava tudo apagado. Queremos agradecer o sacrificio e empenho dos bombeiros das corporações de Vila Nova de Foz Côa, Meda e Figueira de Castelo Rodrigo. Mesmo assim arderam perto de 20 hectares de giestal (com azinheiras e sobreiros), uma nota negativa numa área em plena recuperação e que já nao ardia desde 1 de Agosto de 2003.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

5ª edição do Curso das Aves de Rapina

Nos dias 12 a 15 de Agosto, a associação ALDEIA, em parceria com o Parque Natural do Douro Internacional e a Associação Transumância e Natureza, realizou mais uma edição do Curso de Identificação, Biologia e Conservação das Aves de Rapina.
Com sessões teóricas em Figueira de Castelo Rodrigo, realizaram-se diversas saídas de campo para a observação destas aves e conhecer as paisagens imponentes e deslumbrantes dos vales do Douro, Águeda e Côa. Neste último rio, a visita coincidiu com o último dia e com a Reserva da Faia Brava.
Sempre com muita adesão, os participantes tiveram oportunidade de conhecer o projecto da Faia Brava e observar os necrófagos do vale do Côa, Grifos (Gyps fulvus) e Abutre do Egipto (Neophron percnopterus).



quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Cores garridas na Sabóia

Hoje na Sabóia! As flores já se foram há muito, mas as o amarelo das sementes dos freixos, os diversos tons de verde das copas dos sobreiros, das oliveiras e das giestas, o azul do céu com alguma nuvem pouco ameaçadora, alegram a paisagem em redor da Sabóia (em pleno coração da Faia Brava). Um cenário a adivinhar os tons de Outono. Mais uma boa razão para visitar a Faia Brava!

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

O viveiro da Faia Brava

A primeira versão do viveiro foi construida em 2004, como resposta ao incendio catastrófico de Agosto de 2003. Passados 7 anos, continua rudimentar e artesanal, e este ano poderá atingir o seu record de produção, ou seja quase 10000 plantas, de cerca de 10 espécies diferentes. É um graozinho de areia para melhorar a Faia Brava. No Outono aceitam-se todas as mãos que se queiram sujar para por estas plantulas na terra. Para isso e para apanhar as sementes que irão ocupar o viveiro em 2011. Para mais informação consultem o projecto 1 milhão de sementes para o Vale do Côa, no site da ATN.


Preparação de actividade com a Árvores de Portugal, Faia Brava - 30/10/2010

Podem marcar na agenda: 30 de Outubro, saída de campo à Faia Brava, um actividade conjunta da ATN e da Árvores de Portugal.

Ontem à tarde fizemos uma reunião preparatória com o Pedro Santos (Presidente da Direcção da Árvores de Portugal, http://www.arvoresdeportugal.net/), e depois fomos ver umas arvorezinhas na zona do vale do Mondego ......... Fiquem com algumas fotos (as imagens representam um Platano perto da igreja da Amoreira e um Freixo na Quinta da Ponte) e imaginem o que poderãover no próximo dia 30 de Outubro, assim como outras boas surpresas em termos de património natural.



segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Outra visão











Esta fotografia, que regista o Ricardo Nabais e o Francisco Quadrado Oliveira durante uma das acções de vigilancia da Faia Brava, foi tirada a partir do ponto mais elevado da Quinta do Ervideiro - a outra margem da reserva. A ATN preve desenvolver, em breve, algumas actividades para sócios e voluntários nesta zona, e assim proporcionar uma outra vista da Faia Brava. Estejam atentos!

domingo, 8 de agosto de 2010

Sisões

Esta imagem, apesar de não ter sido obtida dentro da Reserva da Faia Brava, merece destaque pois estes 2 sisões foram fotografados a muito poucos Km da mesma. Quiçá algum deles sobrevoe um destes dias a Faia Brava, e engorde a listagem faunística da reserva. Se assim for, tratar-se-à de uma curiosidade uma vez que a ocupação vegetal da FB avança cada vez mais para a forma de matos e floresta (que esperemos um dia se torne madura) com cada vez menos condições para as denominadas aves estepárias. Estas aves subsistem numa pequena bolsa estepária, prestes a desaparecer devido ao abandono da cerealicultura e da pastorica de percurso. Estes sisões são uma verdadeira reliquia doutros tempos. Para aqueles sócios especialmente interessados em aves, os guias da ATN podem mostrar estes sisões, em jeito de extra à visita à Faia Brava...!


quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Campo de Alimentação de Aves Necrófagas ao rubro!

O nosso alimentador de aves necrófagas continua a ser regularmente visitado por inúmeras aves (devido às acções regulares de colocação de alimento), principalmente abutres (Grifo, Abutre do Egipto e raramente o Abutre-negro), milhafres (Milhafre-preto e Milhafre-real) e, recentemente, tivémos a visita de um dos membros do casal de Águia-real que reside na Reserva.
Num dos dias mais quentes deste Verão, a emblemática Águia-real foi-se servir dos ossos do talho que deixamos no alimentador.
Fica a imagem comprovativa. Reparem na temperatura registada pela nossa armadilha fotográfica, no canto superior direito.